sexta-feira, 2 de julho de 2010

Obsessão pouca é bobagem ...

Obsessão pouca é bobagem. Antes que eu comece a receber visitas de "bons samaritanos" devo dissertar sobre a ponto, de deixar clara minha opinião.
Sendo a anorexia um caráter obsessivo-compulsivo de uma idealização física muitas vezes prejudicial a saúde, (e todas nos sabemos disso), não é diferente da obsessividade que cada ser humano têm em particular da sua vida. Não é difícil encontrar Senhoras casadas que vivem em função da casa o dia inteiro. Cozinham, passam, lavam, fazem janta e almoço, sorriem para filhos e esposos se anulando por inteiro afim de alcançar a sua meta inatingível; ser a esposa e mãe perfeita. Tudo é pouco e a lapidação nunca está a sua altura.
O mesmo ocorre com aquele moço dedicado da empresa, em busca de uma promoção a qualquer custo, e quando consegue quer outra, de auxiliar a supervisor, de supervisor a coordenador, de coordenador a presidente, de presidente a sócio majoritário da empresa. Mas para este moço dedicado, tão admirável para a sociedade o topo é pouco, ele quer mais, ele quer o mundo. Como a dona de casa e o moço dedicado da empresa se anulam, e assim como todas estas pessoas de caráter obsessivo-compulsivo, é comum a auto-agressão. Então, pelo bom censo, se algum ser inteligente ler este texto e desejar discutir a anorexia deste ponto de vista, tudo bem, posso debater. Mas piedade, auxílio, conselhos; por favor, não! Afinal estamos em uma sociedade tão frenética em busca da perfeição que todos os filhos desta massante cultura ocidental são doentes, assim como eu, assim como você que está lendo este texto agora. Cada qual somatiza de maneira distinta, sendo todos peças de uma esquizofrenia coletiva.

4 comentários:

  1. Não posso concordar mais com você. Parece que eu mesma poderia ter escrito esse post...

    ResponderExcluir
  2. Então gatinha o transtorno compulsivo abrange tantos perfis, e o incrível é que muitas destas compulsões são louvadas pela sociedade. Enquanto outras são julgadas ferozmente. É tão difícil ser feliz, a exigência é gigantesca, e quando nos curvamos a tais somos criticadas. É possível entender isto?

    ResponderExcluir
  3. Mulhereda louca..........nunca ouviram falar que homem gosta de carne, muita carne pra se pegar....rs.........Mulher muito magra é feia d+, a vantangem é que dá pra abrir bastate as pernas...rs

    ResponderExcluir
  4. Para o Anônimo devo responder que é justamente para não ser a gostosa que vcs querem possuir é que nos amntemos deste jeito. O padrão de beleza patriarcal, que é a mulher gostosa que vcs gotam, é nojento e purulento como este seu comentário infecto. Aposto que você não fode mulher nenhuma, nem gorda, nem magra, nem gostosa. Sabe o que Freud afirma deste seu comportamento?
    Tenho ceretza que tu não desenvolveu a fase anal e que tu tens complexo de castração. Posso ser seca, anorexica, mas cerebro tenho e tu? O que tem além deste pênis latejante buscando uma xota qualquer?
    Tenho certeza que nenhuma mulher como eu e minhas amigas do blog abririam a perna para ti. Aposto que tu és gordo, e não tenho dúvidas que é uma anta.

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.