sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Descartada.... Não pertenço a lugar algum.

Me sinto descartada, hoje na faculdade conversei com minha professora, e ela muito complacente entendeu até certo ponto minhas faltas, minha prova foi horrível e dos três trabalhos que deveria ter realizado não fiz nenhum. Ou seja, ou tiro dez na Avaliação dois ou eu fico em PRA, isto que ela, a professora, nem citou a quantidade de faltas que eu tenho do contrário já estaria em recuperação. Expliquei para a mesma meu dilema de insônia, que não é falso, vi que ela ficou cauteosa spbre a veracidade. E é fato, queridas eu amo Teoria da História mas, não consigo acordar, e este semestre me faz crêr que tudo que existe de ruim para acontecer ocorre na sexta-feira.
Sai da faculdadr fui beber umas cervejas, pois entro somente as 16:00 no trabalho, mas a angustia me toma e não desapareceu com goles e fumaça de THC. Cheguei ainda antes de começar o trabalho e a única pessoa que acreditei poder desabafar não me atendeu, detalhe.... Eu nunca desabafei com este amigo físico e ele não veio falar comigo..., fiquei muito triste mesmo...
Cheguei a conclusão de que não sou de lugar algum, morei em Curitiba, São Francisco do Sul, Joinville, São Paulo e nenhum lugar me satisfaz,. Nenhum conhecimento nunca é suficiente nem a cerveja ou cigarros. Sei que não posso ter a vida fantástica que eu gostaria, pois ninguém a têm. Mas não sou de lugar algum, e isto descobri esta semana.
Terei que começar meu tratamento novamente com psicotrópicos, isto não sai da minha cabeça. Tudo na minha vida é excesso. Ou durmo tudo, ou fico acordada durante 48 horas, ou como tudo ou não como nada. ou me empenho no que é meu objetivo, ou saio do fundo do mar.....
Tenho contas para pagar, saldo negativo, desordem de personalidade, auto distorção de imagem em todos os sentidos. Sei que deveria ser comum para qualquer pessoa, mas para mim, tudo é muito dificil esta vida conturbada que levo, é para evitar que eu seja internada mais uma vez em um maldito hospital psiquiátrico. Mas esta vida conturbada, me deixa em negativo. Uma vez que tiro dois em uma prova e dez na outra. Sinto que os professores possuem medo de mim, de que os amigos sentem medo de mim, todos também já sabem que sou mais uma e que independente do local nunca estará feliz.
Meus questionamentos, minha vida, meu ódio da humanidade e até da minha pessoa fazem parte deste problema complexo.
Por isto meu "amigo" não me atendeu.
Não sei mais qual é meu lugar.....



6 comentários:

  1. Amiga calma....na aminha opinião isso é tudo coisa da tua cabeça mesmo...imagino se vc não consegue durmir direito tbm não vai conseguir fazer nada. Dormir bem é essencial amiga. Primeiro vc tem q começar a tomar oe medicamentos que vc sabe que não podemos ficar sem eles. E dps vc começar a dormir melhor e tudo vai se ajeitar. Fica bem querida.

    UM beijo.

    ResponderExcluir
  2. Por mais que eu também resista... às vezes os psicotrópicos te libertam desse ciclo de infortúnios e pessimismo. Sei que não é fácil pq eu conheço tb o preço que se paga por tomar fluoxetina. Mas quando estamos assim, é difícil separar o que faz parte da nossa personalidade e o que é a nossa doença, e nisso o remédio ajuda.
    Eu também tenho problemas em encontrar o meu lugar, desde criança, e me sinto satisfeita com a filosofia que aprendi com o Pumba, do Rei Leão, que diz que "Lar é onde o bumbum descansa".
    um beijo grande, minha querida.
    e sextas-feiras são uma merda mesmo...
    espero que melhores.
    saudades

    ResponderExcluir
  3. todos temos nosso calice a carregar.
    beijo!

    ResponderExcluir
  4. "Ou durmo tudo, ou fico acordada durante 48 horas, ou como tudo ou não como nada."

    Extremos demais, não é mesmo?
    Acho que só a estrada pra mostrar como saber lidar com isso...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. É amiga mas a diferença é que ja estas magra e eu to gorda.

    ResponderExcluir
  6. todo mundo tem seus anjos e demonios ok? mas acho que vc tem que parar de ter pena de vc mesma,de se analisar demais e ir a luta.quem é FELIZ FOI A LUTA e nao desistiu no primeiro degrau. li seu blog pela 1 vez e até eu posso ver que vc é muito mais do que descreveu nesse post.
    MUITO MAIS....

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.