quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Mais um surto.


Eu não sei, só sei que as vezes acontece e eu tive outro surto.
Amarrei meus pulsos e batia a cabeça no armário. Dizia coisas sem sentido, meu marido assistia, a mente estava confusa sem saber o que era real ou da minha imaginação.
Só tinha consciência de que havia algo de errado.

Hora pegava uma faca, outra chorava e berrava, creio que tenha até babado como um cão louco de raiva.
Virei blasfema.
Mais uma vez.
Troquei várias vezes de roupa.

Meu corpo estava partido, o coração rasgado ao meio.
Vi que não sabia, ou lembrava de muito,
de coisas que nunca existiram,
ou que existe no meu silêncio inconsistente.

Externei ódio, gravidade do estado psicótico.
Afirmei coisas que eram só da minha mente, porque as vi bailando entre a realidade; e neste misto estranho a cabeça zunia, queria morrer por nada entender ou assimilar.
Acho que amarrei minhas mãos para não me ferir ou ferir meu espectador...

Gritei sobre gordura, sobre ciúmes, sobre magoas, sobre a morte.
Lembro de ver meu marido agachado perto de mim exclamando: - Eu queria estudar seu cérebro.

Com o peito aberto e cheio de feridas, tirei a roupa e fui tomar banho. Lembrei que não havia comido nada, e já passava das 22:00.
Comi alguma proteína, fiquei deitada no colchão como uma doente, vendo a TV, minhas idéias ainda permaneciam confusas.
Eu sorria como uma santa para meu querido, que sentado perto do computador não me fitava com expressão de espanto...

Acordei com os pulsos doloridos, com os braços roxos, alguns galos na cabeça. Eu não queria levantar e não vejo graça existir.
Encontrei no quarto uma faixa grande de cetim vermelho de um vestido.
Peguei e admirei a cor, tão vermelho, tão bonito...
Tive um flash e lembrei que foi com aquilo que eu amarrei meus pulsos.

Triste cabeça esta minha....
Sinto que emagreci, pelo menos uma noticia boa.

33 comentários:

  1. O.o

    pouts.
    que agonizante..
    eu andei pesquisando..diz que quanto mais substância nós bipolares misturarmos pior é o surto ne? igual o que eu tive ontem foi só porque tomei uma garrafa de café! --'
    mas o pior que eu já tive até hoje foi quando usei drogas e tomei bebida alcoolica. foi tipo que nem o seu... de sair totalmente da realidade mesmo!...
    "/

    da um desespero ne linda?
    =|
    e como você está hoje?
    pelo menos uma noticia boa nisso tudo rs'
    se cuida. boa quinta.=)
    bjin

    ResponderExcluir
  2. O seu texto me deua agonia, ele é pesado, é quase inacreditavel ser a sua realidade! Espero que fique tudo bem anjo, e que da proxima vez que eu ler seus textos, me passem emoções, porém, boas...conte cmg!

    ResponderExcluir
  3. Amiga, poxa, como está agora! Eu já surtei assim. A gente externa tudo o que sufoca, o que a gente vai cozinhando em banho maria, sufocando, e uma hora explode!!! Espero que esteja melhor agora. Fique em paz e conte comigo!

    ResponderExcluir
  4. Oi, moça. Deixa eu te contar uma coisa. Sou bipolar desde que me conheço por gente. Estou com 57 anos e só tive um diagnóstico decente há pouco tempo. Antes, diziam que eu tinha disritmia cerebral (cujos sintomas são parecidos, mas o tratamento é diferente). Bem, depois do diagnóstico, começaram a administrar remédios, mas descobrimos que não posso tomar lítio, pois tenho reações adversas terríveis. Resumindo, tive que descobrir dentro de mim caminhos alternativos para controlar meus surtos. Foi difícil, mas consegui e hoje estou controlada. Sabe o que fiz? Aceitei ajuda psicológica e todo meu empenho foi para conseguir controlar, educar e orientar devidamente minha vontade. Foi difícil? Claro! Doeu? Óbvio que sim. Vlw? Mais que tudo nessa vida.
    Viver como vc vive é profundamente doloroso pra vc e pra quem te ama. É como viver numa montanha russa descontrolada e contra a vontade. Vc sabe tudo que não devia fazer, mas talvez não saiba o que PRECISA fazer. Procure ajuda psicológica. É o melhor caminho. E não desista de procurar até achar alguém com quem vc se entenda.
    Meu e-mail é luanova.gtt@hotmail.com
    Conte comigo.
    Beijokas.

    PS: Lutei anos com meu peso, também. É puro sofrimento. LARGUE QUALQUER TIPO DE DROGA!!! É VITAL PRA VC ADQUIRIR O CONTROLE SOBRE VC... INCLUSIVE O CIGARRO. Fumava 4 (quatro) maços de cigarro por dia. Parei. É possível parar. Só não espere pra assumir o controle tão tarde quanto eu. A vida passa voando.

    ResponderExcluir
  5. Me identifico demais nesse post, qdo entro em crises tbm pareço aquelas de hopício...sabe não tem sito fácil e creio que nunca será. Era pra eu estar em coma tbm....enfim vou postar e contar oque houve. Um beijos e gosto mto de ti.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Garota vc realmente surtou... O problema nisso tudo é simplesmente TUDO.
    Me identifico de certa forma com o que vc escreveu, entendo perfeitamente essa sensação e esses pensamentos. Pra mim o que ajuda é terapia.
    As vezes é necessário para melhorarmos dessas crises e conseguirmos viver com um pouco mais de alegria e qualidade.

    Muita força pra vc, tudo de bom!!
    Foi minha primeira olhadinha no seu blog, pretendo voltar se não se importa.
    Bjones
    ;***

    ResponderExcluir
  7. Oi Noivinha!

    Até parece q li roteiro de filme de terror.

    Fiquei aflita,apreensiva,angustiada,inpaciente por nada poder fazer e torcendo pro fim não ser ainda mais triste.Perder a distinção da loucura e da realidade,é pior q viver um pesadêlo.

    Estou a um tris de ter um surto deses.Estou me controlando tanto.Mas parece q as circunstâncias,as pessoas ficam testando minha paciência meu limite,agora enquanto escrevo esse comentário acabei de xingar uns moleques q brincavam em minha porta,quero mata-los literalmente.

    Passou uma moça aqui na minha casa e pelo q estendi vou ter acesso a um clínico,vou implorar q me encaminhe a um psiquiatra gratuitamente.Se eu surtar meu marido não vai me perdoar,e tudo vai ficar mais complexo na minha vida.

    Noivinha imagino as dores q estão por todo seu corpo,as angústias que passam pela sua mente e tudo isso vc nem sabe o por quê.

    E eu em minha incompetência,nada posso fazer.Como se as minhas mãos estivessem amarradas com a tal fita vermelha.

    Tenho um sentimento de impotência por não poder cuidar das suas feridas físicas e psicológicas,tenha certeza: se eu pudesse faria de boa vontade Noivinha.

    Desejo melhoras pra ti Noivinha ;)

    Te adoro;)

    1 abraço bem apertado ^^

    ResponderExcluir
  8. Espero que estaja melhor, eu as vezes surto também, acho que faz parte do ser humano. Me identifico muito com a forma como você escreve, como você expõe seus sentimentos. Melhoras flor.

    ResponderExcluir
  9. Amiga não consigo prometer, mas prometo lutar sempre. Adoro-te.

    ResponderExcluir
  10. Nem sei o que falar amiga. Mas minha mãe tem esse transtorno e mexe muito comigo. Tenta se controlar mais, isso afeta os seus queridos. Eu fico muito nervosa, e depois ao invez de ajuda-la acabo falando coisas que a machuca. Procura uma ajuda, ou alguem pra desabafar

    ResponderExcluir
  11. Oi Noivinha!

    Eu q tenho de agradecer pelo privilégio de sua presença em minha vida!Muito obrigada Noivinha!

    Escreva sempre o q desejar.Não é q ficamos tristes,é q a sua dor é nossa também!

    I love you too,e sei Noivinha q é recíproco;)

    Kisses ^^

    ResponderExcluir
  12. Nossa esse surto foi punk flor!
    Não sei nem o que falar , espero que vc consiga sair dessa !
    Quero muito te ver bem viu ?
    Obrigada pelo apoio que sempre me dá!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. querida, já falou pra teu médico que ultimamente tens surtado sempre que está a frente de um novo emprego? fico aqui preocupada. me dê noticias, tá?
    beijos e muitas saudades.
    te amo.

    ResponderExcluir
  14. ahh nem me sinto magrinha. "/
    e muito menos linda rs'
    sei la...
    talvez minha obsessao pela anna deva ter chegado num nivel bem grande rs'
    bomm.. eu entendo você ne amour.
    tenso nossa vida.
    hoje eu tow numa rebeldia.
    tow num foda-se pra tudo.
    abusando da cafeina, se pudesse bebia e fumava...e me drogava. =o
    nem sei como se chama isso.. só se que tow assim. #raiva e vendo filme de terror o dia todo kk'

    boa sexta.;)
    s2

    ResponderExcluir
  15. Acho que és a que mais me entende, não que as outras não entendam, mas vc já passou e passa pelos mesmo problemas que eu, e sente a mesma tristeza que isso nos causa.

    Vou comprar meu caderno mais tarde e vou escrever sim.

    Nós vamos ficar bem. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. TAmbém te adoro e sei que logo logo vc vai se recuperar. Você é mais forte do que imagina e sabe disso. Beijos!!

    ResponderExcluir
  17. minha mãe era bipolar e ja fez muita coisa "estranha" por isso, mas fiquei surpresa com o texto,espero q esteja melhor...e mais uma vez, vc escreve de uma maneira muito interessante ! bjss

    ResponderExcluir
  18. Minha linda, espero que você esteja melhor agora!
    Imagino que deve ser doloroso cada um desses surtos! Não tem como controlar não? =/

    Espero que você fique sempre bem! *-*

    Parabéns por perder peso amor!
    Espero que isso te ajude a ficar bem!
    cheirinho flor

    ResponderExcluir
  19. dificil é , pq a gente ñ sabe lidar com a pessoa...e de certa forma, pelomenos a minha mãe descontava na gente, mas ela tinha muitos motivos para se frustar, pelo menos no decorrer da vida toda.
    meu pai nunca abandonou ela, mesmo depois q ela tentou se separar e o expulsou de casa, botou fogo na nossa casa, tentou fugir com a gente(filhos) para outro estado...mas eu nem me orgulho disso, acho q meu pai foi um bom pai para ela , mas nao um bom amante. acho q por isso nunca me senti motivada para relacionamentos duradouros, tenho medo de viver de aparência.minha relação com minha mãe foi a maior parte do tempo desastrosa, eu era super agarrada com ela quando criança, mas quando cresci comecei a nao entender pq ela me batia e me falava coisas horríveis e depois vinha chorando ou me beijar, entao comecei a me isolar, ñ só dela mas de todos...e claro o motivo ñ era só a "minha mae"Então ela se tornou mais autoritária e eu do contra, inflamávamos e gritávamos ate a garganta doer..minha irma ficava "do meu lado" e meu pai em cima do muro. assim como minha mae é grande responsavel pelos meus traumas , eu disse tudo q ela e qualquer pessoa principalmente com " depressao" em parte do diagnostico ñ gostaria de ouvir..disse q preferia q ela voltasse para o maniconio(ela foi internada), q ela morresse, q eu odiava ela e bla bla...minha mae perdeu o respeito dentro e fora de casa, era conhecida na vizinhança por botar fogo nos moveis e na casa, brigar "de rolar" na rua com a vizinha, por quebra a santa na escola...e em casa ela era a doente da cabeça pq tomava os remédios. quando eu fiz 5 meses de tratamento foi o suficiente para pessoas próximas me tratarem como faziam com ela, e o pior é q ñ ajudou ,como ñ ajudou ela q fez tratamento por 10anos...e eu continuo sem saber como poderia ter uma boa relação com ela, me sinto culpada e queria ela de volta =/

    acho q minha mae nunca foi feliz e por isso sempre tento ser diferente dela, mas parece q sempre sou parecida, todos dizem

    ResponderExcluir
  20. ah amiga é pessimo ter crises mais que bom que seu marido te entende,sei como é dificil quando estamos pertubadas parece que nada é real,se cuida viu? beijo

    ResponderExcluir
  21. poxa florzinha, eu espero que você esteje melhor agora ):
    as vezes me da vontade de ter um ataque de loucura assim, quem sabe o povo daqui de casa não me da um pouco de paz D:
    melhoras e forças s2
    beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Querida... eu te entendo de uma forma que vc não iria acreditar... Tb tive um surto antes de ontem, a garota borderline acordou com raiva...
    Eu agredi minha tia, com palvras e gestos e joguei um copo no chão pra tentar me cortar com os cacos de vidro, quebrei varias coisas, arranhei minhas pernas com as unhas... Mas esse tipo de coisa acontece comigo... é assustador... ruim pra gente, ruim pra quem ta do nosso lado, mas a gente supera...
    As pessoas que nos amam tb superam, por mais que as vezes a gente não acredite nisso...

    Vamos em frente... Com os olhos vendados pra coração doer menos, mas sentindo o caminho com o que nos resta...

    ResponderExcluir
  23. mto obrigadada pela força lá no meu blog! pela primeira vez não me senti sozinha, e tenho certeza de que vamos conseguir alcançar nossos objetivos, bjs bonecca perfeita.

    ResponderExcluir
  24. Oi querida... o prblema era o navegador, ja dei um jeitinho... Beijos

    ResponderExcluir
  25. esse texto me deixou arrepiada,ainda por cima vc escreve muito bem,amiga nao desista,fica firme e sem se deixar cair como aconteceu

    ResponderExcluir
  26. AAAh linda fico feliz que vc não tenha me esqeucod l´ano meu blog. Sempre que eu leio aqui seu cantinho eu fico pensando que ue posos dizer pra ela sair dessa ''fase'' que ela ta passando... Linda vc precisa achar algo que vc se agarra pra vc parar de fazer certas coisas com vc mesma, vc só está se automachucando! Eu torço muito por vc, e espero que vc melhore, se cuide linda <3

    ResponderExcluir
  27. querida vc a bem agora?
    certo? manda noticiassss

    ResponderExcluir
  28. Obrigada pelo comentário. Esse começo está sendo difícil mesmo. O rivotril tem mexido com minha cabeça, me deixado apática, triste. Mas espero que isso passe quando eu diminuir a dose e os outros remédios comecem a fazer efeito. Pelo menos tenho pirado menos, me irritado menos. Beijos e ótima semana pra você!

    ResponderExcluir
  29. Noivinha:
    Primeiramente quero agradecer pela preocupação comigo. Eu vou ficar bem, mas esse seu post me deixou preocupada.
    Você esta fazendo tratamento? Não desista minha querida, você vai conseguir se controlar! Por mais difícil que seja tenha fé e acredite!
    Força sempre!

    ResponderExcluir
  30. Você descreve tão bem os fatos que quase dá para montar um filminho na cabeça. Que comentário estranho do seu marido, não era parte do surto? Por que ele não te levou a um hospital? Nesse estado você pode colocar sua vida em risco, você não precisa se matar, você precisa de ajuda meu anjo. Quais remédios controlados você anda tomando?

    Minha mãe tem transtorno bipolar, eu acompanho isso deste pequena, talvez possa ajudá-la.

    ResponderExcluir
  31. Muita mesmo! sopakSOPAKOS
    Então, mamãe toma Lithium para controlar, acho que você devia procurar um médico para testar, com fluo ela não se deu bem, Lithium ajuda a controlar o humor dela, sem deixar ela dopadona, sabe? Ela usa também Rivoltril para dormir.

    ResponderExcluir
  32. Obrigada mais uma vez pela força de sempre. Dói demais isso, sabe, eu tô cansada, não fosse pelo meu filho já tinha largado tudo pra lá. Brigada pela força. Te adoro. E você. como está? melhorou?

    ResponderExcluir
  33. Obrigada, obrigada e obrigada por me entender. Estou bem e espero que tbm esteja.

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.