quarta-feira, 11 de julho de 2012

Teorias Freudianas


Lembrei o conselho do amigo no domingo; “Não fume tanta maconha, fará com que dê maior importância a coisas pequenas, e nesta perca de parâmetro jamais resolverá aquilo que talvez não seja um problema tão grande”.
Eu concordo querido, não há dúvidas dos efeitos psicoativos às substâncias.
Mas afirmo que entre todas é o álcool que mais prejudica minhas reações.
Inclusive, digo-te, que a Cannabis, é a única que consegue me equilibrar de fato, e quando me refiro a equilíbrio, trata-se da sublimação de coisas que não são tão importantes; mas que acabo atribuindo uma equivalência à minha existência através dos recalques.
É dramático? Talvez, como dizem no vulgo, “Todos têm uma história triste para contar”...
A minha história triste de tentativa de suicídio constante nada é, afinal, buscamos a morte naturalmente inclusive quando respiramos.
Pois quando me sugeres boas conclusões através de palavras, a minha cabeça imunda visualiza o conforto de tais, sobre sua pela branca embaixo das minhas carnes.
A memória resgata a sua voz e quando vejo, as calcinhas estão nos joelhos e meus dedos entre as partes que comprimem.
Ciente da impossibilidade; esqueço à masturbação e durmo com as mão aquecidas entre as coxas.
O indicador e o anelar amanhecem secos e livres de um episódio que jamais ocorrerá.

Infelizmente querido, e pelo bem de todos assim será.

“Amém”

Da Noiva Cadáver com os bicos dos seios salientes e as pernas cruzadas


6 comentários:

  1. isso é sexy e conturbado. adoro ler suas conclusoes e te imaginar.
    bjuus

    ResponderExcluir
  2. ^^ aii flor..mesmo com as sensações do álcool, tome cuidado, ele faz mal e é calórico...rsrsrs
    Bejuh
    Muita força.

    ResponderExcluir
  3. Amiga...você é muito doida rsrs
    gosto do seu jeito de descrever as coisas as vezes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. oie flor bem deu pra pensar rsrsrs, que coisa né, mais não acho que n aconteça com outras pessoas, se cuida querida

    ResponderExcluir
  5. Oii amr, é tao bom encontrar algo que nos de o equilíbrio que nos faça por instantes relaxar e deixar todas as coisas maiores de lado. Infelizmente tenho me privado de tudo que me faça sentir assim, preciso encarar a realidade. Adooro a maneira que escreve, sempre me faz sentir cada emoção que sente.

    ResponderExcluir
  6. Oi Noivinha!

    Ah que louca!Essa era da boa,hein?

    Pense em algo exitante,pertubador e irresistível?
    Ler esse texto e te imaginar.

    Jamais?Jamais diga Jamais,pois jamais sabemos quando o jamais pode virar realidade.
    Se você pode pensar, pode concretizar,e os sonhos são prévias dos próximos acontecimentos da vida.

    Boa sorte!

    Beijos ;)

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.