sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Essenciamente


7 comentários:

  1. Eu concordo, acho que a sociedade é extremamente viciada em camuflar o "está tudo bem", as pessoas não se importam umas com as outras d vdd, isso é raro. São os vicios, do faça o que puder pra ser melhor que o resto, passe por cima se necessário for, acabe com tudo e todos, e deixe que no final todos finjam que tudo está bem, coloque uma lei que diga que todos tem que ser magros para ser perfeitos, e é assim que a sociedade sem alma vai julgando a todos sem dó nem piedade. Apenas o ser humano. Bjoos e se cuida

    ResponderExcluir
  2. Olá, que bom que voltou :}
    Passando rapidamente para voltar ao meu também, rs
    Prometo que depois passo com mais calma, é que realmente preciso dormir :/
    Beijos, e fique bem *-*

    ResponderExcluir
  3. "Pobre do ser humano que só consegue enxergar a natureza mórbida dos indivíduos ao seu redor."

    Foi a frase mais linda que tu escrevestes neste post.

    Querer mudar o mundo,tirar os defeitos da humanidade,restaurar os maus hábitos alheios,no momento em que vivemos,é uma grande perca de tempo.
    Concluí esses dias,que bem na verdade,as dores,as injustiças,as desigualdades,as necessidades tem de existir.Pois como seria diferente em um planeta caótico cheio de pessoas egoístas?Logo percebi que tudo de ruim que passamos é somente para lapidar-nos para um futuro promissor.
    Aquele que não conhece o sofrimento e não teve a oportunidade de experimentar a dor,jamais conhece a felicidade em plenitude,porque além de ingênuo demais,não sabe a diferença entre viver e vegetar.

    Te amo Noivinha :)

    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  4. Mande notícias. Sentimos sempre sua falta.
    Beijinhos
    FORÇA E CONTROLE

    ResponderExcluir
  5. Reparei na folha de 'cabeça pra baixo'... Acho que somente porque é assim que meu mundo anda ultimamente...

    ResponderExcluir
  6. Perfeito! nova por aki e amando seu blog!

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.