quarta-feira, 10 de abril de 2013

Vacilante

Eu não quero entrar na velha loucura, juro.
Mas toda hora me acompanha o sentimento ruim de que as coisas ainda não estão em seus devidos lugares.
Arrumo e desarrumo,
arrasto e extendo.
Em um cigarro perdido dentro da minha bolsa
Na minha insatisfação plena e narcisista me escondo,
na sombrancelha levantada e no "carão"
Na carne que me sobra e na torre da perfeição que parece nunca ser possível.

Preciso de um banho quente.


11 comentários:

  1. Bom dia!
    Estava perambulando pelos blogs e vi o seu.
    Um banho quente...
    Visita o meu blog?
    Até mais!

    ResponderExcluir
  2. Sei que as vezes tudo parece muito errado, mas tudo que a gente precisa é de tempo, afinal, não se chega a perfeição sem o sacrifício :))

    ResponderExcluir
  3. Adoro seu jeito de escrever. De verdade. Você coloca os sentimentos pra fora de um jeito incomum, mas bonito e sensível.

    ResponderExcluir
  4. Essa sensação, tipo de tempestade dentro da gente... me é tão familiar.

    ResponderExcluir
  5. Oi Noivinha!

    Será que alguém se entrega a loucura?
    Será que alguém permite que a loucura consuma a própria vida?
    Ou será que a infeliz chega sem avisar,entra sem ser convidada e se instala na nossa mente?
    Eu diria que a loucura surpreende como um assalto,violenta a sanidade e sequestra o consciente.

    Já parei de me questionar sobre isso faz tempo,depois de muitos banhos quentes,sabe?

    E quanto a sua torre da perfeição, penso eu que a Noivinha esteja ainda olhando para cima na tentativa de ver a torre para depois subir,mas nunca vai conseguir porque bem na verdade o cume está bem debaixo dos vossos pés.

    Beijinhos ^^

    ResponderExcluir
  6. Não entre! Passe o tempo fazendo outras coisas, por mais dificil que esteje as coisas por ai, sei que as vezes da vontade de largar tudo pra lá, mas no final isso acaba não levando em nada.. =/
    banho quente otimo pra se recuperar rsrs ^^
    forças florzinha,
    beijinhos s2

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde!
    Jurava que era uma vassoura...
    ...quase ilusão de ótica ^^"
    Obg por visitar meu blog.
    Volte sempre!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia!
    Isso é um daqueles lances de fetiche e tals...
    ...ou é uma vassoura mesmo?
    Você me deixou na dúvida agora rs

    ResponderExcluir
  9. Dei um aperto de saudade
    No meu tamborim
    Molhei o pano da cuíca
    Com as minhas lágrimas
    Dei meu tempo de espera
    Para a marcação e cantei
    A minha vida na avenida sem empolgação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda mais bela essas frases na voz de Clara Nunes
      ;)

      Excluir
  10. Boa tarde!
    Posta alguma novidade pra gente *-*
    Volte sempre!

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.