terça-feira, 9 de setembro de 2014

Agosto - Parte II

19 de Agosto de 2014

Algumas coisas mudam, mas uns ritos continuam sagrados. Ainda hoje antes de retornar para casa encerrei duas latas de cerveja e transformei em fumaça uns quatro cigarros seguidos, pois sabia que assim a chateação com o estado da convivência e diálogo rancoroso que permeia desde sexta-feira ficaria mais brando.

Entrei no Mercado do Japonês, comprei: Condicionador sem sal, Brócolis, adoçante e cigarro. Atravessei a Avenida, entrei no posto de conveniência sem hesitar; 4 latas, 2 para tomar no posto, mais duas para tomar em casa. Sei que tem uma garrafa de vinho me aguardando, mas não será o suficiente...

Alguns mecanismos de relaxamento continuam intactos porque estão ligados a “fisiologia criada”. Muda-se a moradia, o companheirismo, o emprego. Mas aquilo que alimenta o instinto, ou melhor, quando aprende-se a controlar aquilo que alimenta o instinto, que por sua vez traduz carácter, fica impossível alterar certos hábitos. Pois seria regredir a selvageria.

                                                                                          *

Apoiada na janela com a cabeça sobre o antebraço sinto a brisa, ouço o clique continuo do mouse na sala, é League of Legends  que ele joga, eu creio. Ouço também a criança de um vizinho gritando algo que desconheço porque eles são estrangeiros.

A questão é que se eu não houvesse sorvido algo e me trancado neste quarto com esta bagana e esta garrafa de vinho não haveria controle para a mudança.

Complicado é como a sociedade te faz um viciado funcional, seja em cliques ou no copo que a mão levanta.


3 comentários:

  1. Lol!
    Princesa não faz assim ..
    Bebida alcolica e cigarro faz um mal danado pra sua saude .além de dar uma dor miserável quando se comeca a ter os problemas(cirrose ,pneumonia,etc etc)..ta ,sei que não sou um optimo exemplo pra voce ,mas estou preocupada !
    Se se interessar ,podemos conversar por whatsap .
    Se cuida !

    ResponderExcluir
  2. Seguindo flor, segue de volta ??

    ResponderExcluir
  3. essa brisa da janela do meu apartamento enquanto fumo é algo ao qual me acostumei, e fico ao mesmo tempo cômoda e incômoda.. esses vicios realmente grudam na nossa carne e se tornam parte de nós.

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.