terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Where?

Há quase quatro meses eu não durmo direito
e quase três estou vivendo e me envolvendo em mim mesma.

Sou a mesma pessoa que sempre esteve ali.

Uma parte minha se afastou a menos de um dia e eu me sinto aérea.
Olho pela janela, esperando que o retorno seja breve acreditando em seu; "Até logo" prometido.

Lembranças do barulho na escada...
A abertura da porta antes da batida para a entrada...

Quando você voltar, me espere na esquina do livro para que possamos fumar um cigarro Príncipe.





3 comentários:

  1. Eu estava desatualizada dos ultimos posts, acho que nao apareceu na minha lista O:

    Sinto falta dessa conexão com outro ser humano, é tão lindo e interessante, é tão… pertencente a um livro ou um filme, e não à minha realidade tosca e classe média.

    ResponderExcluir
  2. Não dormir com um clipe cheio de imagens de O Clube da Luta... quando me dá insônia me lembro daquela cena... "Você não dorme, mas também não fica acordado."

    Acredite no até logo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Ah Noivinha...

    Tenho breves momentos de lucidez, minha loucura tem piorado significativamente.

    Quem é esse sujeito deselegante que deixa a Noivinha esperando?
    Que eu saiba, só a Noiva tem o direito de se atrasar!
    Talvez um telefonema seja o suficiente para que este alguém que prometeu voltar logo saiba que você ainda está esperando, e que esta espera trás recordações que lhe tiram o sono.


    Beijo da Anita

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário. Em breve será liberado para a visualização.